Banco é condenado por empréstimo fraudulento em nome de idosa

A idosa ao consultar o saldo de sua conta corrente, se deparou com um valor de R$5.543,16 em sua conta, e chegou a ir até a instituição questionar a origem do mesmo, já que não havia contratado nenhum tipo de empréstimo, recusando então.

A autora, ainda relatou, ser a 5º vez que a situação se repete, sem seu consentimento.

Em primeira instância o pedido foi julgado procedente, para declarar o empréstimo inexistente e a devolução do valor a aposentada, mas a instituição recorreu, e teve o pedido negado, por não provar a legitimidade da contratação.

O banco foi condenado a pagar R$6 Mil Reais por danos morais.


Ver todos os posts