Banco é condenado por empréstimo fraudulento

A idosa e autora da ação alega que que recebeu valores de créditos altos em sua conta bancária, que passaram a ser descontados de sua aposentadoria, sem que ela autorizasse.

De acordo com o banco, os serviços foram contratados, e contém provas de documentos assinados, apresentando provas de contrato.

Para o magistrado da comarca em questão, as provas apresentadas não contêm assinaturas reais, teriam sido falsificadas, o que resultou em uma indenização de R$20 Mil Reais por danos morais a aposentada.


Ver todos os posts