Caso Pandora – Aérea e aeroporto são condenados a custear despesas.

A 5ª vara Civil do Foro Regional do Jabaquara, decidiu que o aeroporto custeie o tratamento veterinário da cachorra Pandora perdida em uma conexão e a Cia aérea se encarregue de pagar a hospedagem de seu dono por 15 dias, podendo ser renovado por mais tempo.

Essa decisão abre precedente e pode encarecer o transporte de pets e novas regulamentações devem ser impostas, pois deixa claro que a responsabilidade é de quem transporta, nada mais justo, cobrem um valor dentro da normalidade e garantam o conforto de nossos amigos de estimação.


Ver todos os posts