Festa da banana é só o começo.

STJ suspende festa da banana no Município de Teolândia BA, cidade de aproximadamente 15 mil habitantes que sofrem com falta de saneamento básico, saúde, e que em dezembro recebeu repasses do Governo Federal por motivos de alagamento.

A suspensão se causou devido ao alto valor do evento, seriam gastos mais de R$ 2 milhões de Reais, entre cachês de artistas consagrados, e toda montagem de estrutura, pode ser legal, mas no mínimo é imoral e uma afronta a uma população que precisa de ações de primeira necessidade.

O mesmo está ocorrendo em vários Municípios do Brasil, onde cachês de valores bem altos estão sendo pagos com dinheiro público, não é errado cobrar por que não devemos dizer o valor de cada apresentação, mas fica uma questão?

Seria para que exatamente esses investimentos, ações eleitoreiras, ego, ou simplesmente descaso com um povo cansado de ter que se virar o mês todo para sobreviver com dignidade, ou duas horas de shows podem suprir tanta necessidade?


Ver todos os posts