Justiça concede direito ao esquecimento para promotora

Segundo consta nos autos, uma promotora havia cometido fraude ao publicar para algumas pessoas o gabarito da prova de Direito Tributário para a magistratura do Estado do Rio de Janeiro.

O Superior Tribunal de Justiça, ordenou que todas as plataformas digitais, não realizem buscas nem informações com o nome da promotora, dando-lhe a ela direito ao esquecimento, vale lembrar que tal tipo de direito é inconstitucional.


Ver todos os posts