Menor que foi estuprada consegue realizar aborto

O mistério público divulgou nesta quinta feira, 23, que a menina que foi estuprada e não tinha conseguido direito ao aborto na justiça, teve o procedimento concedido pela justiça.

A criança já estava de 29º semanas de gestação, e a juíza responsável pelo caso não tinha concedido o aborto, além de afastar a menina da mãe.

Outra desembargadora do caso achou a decisão da juíza absurda, e aterrorizante.

As medias para interrupção da gestação da menor já foram providenciadas


Ver todos os posts