Telegram cumpre exigências e não terá serviço bloqueado

Ministro do STF, revogou no último dia 20, a decisão na qual determinada a suspensão do telegram em todo território nacional.

Na semana anterior o aplicativo não teria atendido um pedido de justiça, que previa o bloqueio de perfis falsos e disseminadores de informações não verídicas, o que então decretou seu bloqueio no Brasil.

O ministro havia dado um prazo para indicação de um representante oficial no brasil, já que o aplicativo é de origem russa.

Conforme previsto, o Telegram indicou Alan Campos Elias Thomaz como representante legal, para o cumprimento das decisões legais impostas, suspendendo então o bloqueio da mesma.


Ver todos os posts