Trabalho hibrido, uma das heranças da pandemia.

No começo foi uma confusão, como se ajustar a trabalhar em casa em meio a tanta rotina, criança correndo, cachorro latindo, faxina rolando a todo vapor, não podia dar certo, mas para surpresa geral, deu certo.

Um novo formato se criou, o trabalho ajustado, um pouco na empresa, outra parte em casa, o trabalhador está rendendo em home work, se ajustou e junto com os ajustes vieram a qualidade de vida, é obvio que sempre vai existir a necessidade da interação corporativa, mas o modelo já está formado e estabelecido.

A remuneração é um fator motivador sim, mas existem situações que não se precifica, ver um filho crescer, cuidar de uma mãe com idade avançada, são exemplos que dá para produzir sem deixar de lado situações fundamentais em nossas vidas.

Ajuste é a palavra de ordem, organizações e colaborador, se podem se ajustar por que não? Caso a caso, situação a situação, com o objetivo de as empresas terem as respostas e os colaboradores fazerem sua parte sem abrirem mão de momentos que jamais vão esperar.


Ver todos os posts